quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Eleições do Grêmio na EMEF "Almirante Tamandaré"




Publicado em: 

Eleições do Grêmio na EMEF Almirante Tamandaré

Grêmio Estudantil estimula a prática da democracia e o voto consciente.

eleicoes_do_gremio_740_x_430.jpg

Matéria redigida pela Equipe Imprensa Jovem Rádio Calafrio.

As eleições do Grêmio Estudantil da EMEF Almirante Tamandaré estão a todo vapor! Depois de meses planejando e elaborando propostas, as sete chapas (Chapa quente, Os destemidos, Evolução, Seu lugar na escola, Juntos somos mais fortes, Tá tranquilo, tá favorável e Unidos pela paz), formadas por alunos do quinto ao nono ano, esperavam ansiosamente o resultado da eleição ocorrida no dia 23 de junho.
Iniciado em 2014, o Projeto do Grêmio Estudantil é formado por alunos do quinto ao nono ano que têm em comum a vontade de mudar o espaço escolar democraticamente, tornando-o um lugar mais participativo, acolhedor e interessante. Em 2015, o Grêmio cresceu ainda mais sob a orientação da direção da escola e com participação ativa da professora Michele Badolato. "Realizamos um trabalho bem planejado no ano passado e conseguimos inclusive aplicar um simulado com urnas eletrônicas através de uma parceria com o cartório eleitoral da Vila Maria. Esse ano, novamente, todo processo tem o apoio da Gestão Escolar ", explicou o diretor da escola, Arli José Fernandes.

eleicoes_do_gremio_II_740_x_430.jpg
Questionada sobre o papel do Grêmio Estudantil no cenário político atual do Brasil, Michele Badolato explicou que “nas discussões do mundo atual, o Grêmio é concebido como instrumento de participação dos estudantes na gestão de uma escola democrática, na qual as vozes e os protagonismos do poder são horizontais e equitativos. Além de democratizar a educação, a escola e todos seus processos envolvidos, ele cumpre uma das principais tarefas da escola, que é oportunizar, ser o espaço de vivências sociais, inclusive políticas”, comentou a professora.
Graduada em História e Pedagogia e com várias extensões como História Econômica Brasileira, Direitos Humanos, Movimentos Sociais e Política, a professora Michele Badolato ainda participa de movimentos sociais de fortalecimento de lutas por diminuição de injustiças e desigualdades e atua diretamente no Conselho Participativo Municipal, Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos, Conselho de Escola e CRECE.

eleicoes_do_gremio_III_740_x_430.jpg
Em 2016, a pedido da direção, Michele passou a contar com o apoio da professora da Sala de Leitura, Carolina Cortinove. Elas organizaram os alunos, orientaram sobre as propostas de cada chapa, organizaram debates com os alunos do Ensino Fundamental II e, claro, também com os alunos do Ensino Fundamental I, afinal para que a Democracia exista é preciso apresentá-la desde cedo às crianças.
Feito tudo isso, só estava faltando a votação. A eleição foi eletrônica e contou com a organização de alunos participantes do projeto de formação para instituição do Grêmio, desenvolvido nos anos anteriores na escola, além de fiscais de cada chapa inscrita.

eleicoes_do_gremio_I_740_x_430.jpg
A disputa foi acirrada e a chapa vencedora foi a Chapa Quente. Para a professora Michele Badolato, “as estudantes integrantes da Chapa Quente entram pra história dos movimentos estudantis, pois elas eram as mais novas entre os candidatos que concorreram e, além de apresentarem ótimas ideias, encararam todo o processo com extrema seriedade, participando das apresentações das propostas, dos debates com perguntas dos alunos, ouvindo os estudantes, conquistando a maioria dos votos dos alunos do Fundamental I e desbancando ao menos duas chapas de nonos anos”.
Toda essa movimentação na escola promoveu momentos de convivência e discussão dos direitos e deveres dos alunos. Certamente, isso fortaleceu o papel do grêmio como representante máximo dos alunos na escola. Como espaço de aprendizagem e prática de cidadania, o Grêmio mostrou mais uma vez ser a voz ativa dos alunos.

eleicoes_do_gremio_IV_740_x_430.jpg
Mais informações sobre o Grêmio podem ser obtidas pelo e-mail mibadolato@yahoo.com.br.

Contribuição: Texto de: Ludmilla Mignaco
                      POIE Maria Madalena Sercundes

Nenhum comentário:

Postar um comentário