domingo, 1 de novembro de 2015

Diálogos entre os Ciclos

Há vários projetos em nossa escola, entre eles existem alguns que dialogam entre os ciclos e estão relacionados ao "Programa Mais Educação São Paulo", com o objetivo de desenvolver o protagonismo dos alunos; melhorar o convívio; enriquecer o currículo; potencializar o uso dos recursos e espaços para ampliação de ambientes de aprendizagem e consequentemente, ampliar o tempo de permanência do aluno na escola, por meio de ações sistematizadas de caráter educacional.

Projetos:
Aluno Monitor 

conforme portaria 1997/2009 e 900/14, formado por alunos do Ciclo Autoral, que atuam no contraturno junto aos alunos dos Ciclos de Alfabetização e Interdisciplinar.

Algumas propostas de atividades:

- Proposição de atividades utilizando jogos educativos.
- Pesquisa, discussão, elaboração de atividades com os alunos monitores utilizando materiais apresentados no portal da prefeitura sobre programas e projetos.

- Divulgação dos trabalhos desenvolvidos no mural da escola.
- Alimentação do blog da escola - http://emeftamandare2015.blogspot.com.br/
- Atividades de cunho social, esportivo ou cultural, articuladas ao Projeto Político Pedagógico da Escola e aos Projetos Especiais de Ação (PEAs) como a 
Cobertura do evento realizada pelo aluno monitor: Luis Eduardo Teixeira Lima - 8ºC 


- Trabalho com alunos monitores junto aos alunos dos Ciclos de Alfabetização e Interdisciplinar


- Pesquisas relacionadas ao Trabalho Colaborativo de Autoria (TCA) que estão disponíveis em:
- Apresentações e publicações relacionadas aos trabalhos desenvolvidos no Laboratório de Informática. http://emeftamandare2015.blogspot.com.br/search/label/Alunos%20Monitores
Elaboração de atividades diferenciadas e adequadas aos alunos com necessidades educacionais especiais.

"AdoLêSer" no Tamandaré

Sala de Leitura
Posl.: Valéria da Silva

Alunos Monitores e Mediadores de Leitura


Ser um mediador, é ser um facilitador do aprendizado no ambiente educacional, é uma possibilidade de contato com a experiência de ser um agente construtor; é ter uma participação ativa  neste processo assimilando conceitos e valores.
Esta atividade é parte fundamental da proposta de trabalho a ser desenvolvida na Sala de Leitura em consonância com o Programa Mais Educação São Paulo e do Projeto “AdoLêSer”, instituído pela portaria nº 4.359 de 02/08/2014 da Secretaria Municipal de Educação. 
A principal proposta do projeto é capacitar alunos para interagirem com as práticas de leitura, entendendo a importância e multiplicando suas experiências com os alunos do Ciclo de Alfabetização, visando ampliar suas possibilidades de aquisição de conhecimentos e desenvolver valores que incentivem o protagonismo juvenil.

Interação e protagonismo entre alunos do ciclo autoral e ciclo de alfabetização.

As mediações de leitura, em espaços diferenciados da escola

Os alunos do ciclo autoral selecionam os títulos a serem trabalhados com os pequenos através de critérios pré estabelecidos, sempre com objetivo definido, da sequência das leituras propostas (gênero textual, datas comemorativas, projetos em andamento, eventos etc), planejam toda a rotina de tempos de leitura, espaços e metodologias a serem utilizadas e tornam-se protagonistas, fazendo assim a mágica acontecer...
Seguem algumas atividades desenvolvidas ao longo deste ano.









 Aprendendo a fazer leitura ao pé do ouvido com os Mediadores

Poesias, lidas ao pé do ouvido dos colegas.



Brincadeiras e danças folclóricas com direito a histórias de Bicho Papão!








Encenação "Casamento Caipira"



Contação de Histórias - Contos de Fadas

O desafio para os mediadores foi contar as histórias em primeira pessoa e transformar a Sala de Leitura em um reino encantado, onde todos fossem príncipes e princesas.











Ritmos Brasileiros - Música e Movimento


 O projeto é dividido em dois níveis diferentes: os alunos dos 3º e 4º anos fazem parte do "Ritmos Brasileiros - música e movimento: iniciação à linguagem musical” e os dos 5º anos, mais experientes, compõem a turma  "Ritmos Brasileiros - música e movimento: consolidando e aprimorando o trabalho por meio da linguagem musical”, sob a orientação da professora Carolina Cortinove (Sala de Leitura).
 O  trabalho é desenvolvido por meio da música e do movimento corporal cujo objetivo é enriquecer o repertório cultural do aluno, além do contato com a linguagem músical,  promovendo a melhora das habilidades musicais e de escuta, do convívio escolar, pois como se sabe tanto a música  como o movimento corporal têm um papel primordial na socialização das pessoas, pois ela cria laços sociais e vínculos afetivos, desenvolvendo a cooperação e o respeito ao outro. 
 No ano de 2015, o projeto realizou algumas atividades de interação entre os ciclos, visando à divulgação dos conhecimentos desenvolvidos durante as aulas.

Semana Junina - Catira 

Durante a época junina, os estudantes do projeto prepararam um mural sobre a catira e uma apresentação cultural aos alunos do ciclo interdisciplinar e autoral (5º ao 9º ano) e aos alunos do ciclo de alfabetização e interdisciplinar (1º ao 4º ano) para mostrar um pouco da cultura tradicional caipira, elegendo a catira como representante desta cultura. No dia foi apresentado um trecho do vídeo "Palmas, pé e viola: o catira no triângulo mineiro", uma explicação feita pelos alunos e a dança.




Proposição  - Vamos Cirandar?

No mês de setembro e outubro de 2015, os estudantes do 5º ano compartilharam com alunos do ciclo de alfabetização e interdisciplinar um pouco do processo de aprendizagem no projeto “Ritmos Brasileiros”. A ideia desta proposta partiu dos próprios alunos que sentiram a necessidade de ensinar aos mais novos aquilo que já sabiam, atitude que demonstra que a autonomia está sendo desenvolvida. 
 O ritmo escolhido foi a ciranda, ritmo simples e fácil de aprender, presente no imaginário e na memória corporal/auditiva da maioria das crianças. Além disso, apresentaram um pouco das origens desse ritmo e a história de uma cirandeira importante: Lia de Itamaracá e ao final convidaram as crianças para dançar. Veja um pouco de como foi este evento, com as fotos e vídeo abaixo.






Xadrez Educativo


Esse projeto desenvolvido pela educadora Regina Ferreira do Nascimento é mais um exemplo de que se pode aprender xadrez com a professora, inicialmente. Depois, os alunos da mesma série, classe podem auxiliar nas regras dos movimentos das peças; estratégias, trabalhando a concentração, lógica matemática, atenção, disciplina, partilha de conhecimentos, evidenciando o protagonismo de alunos através dos jogos. 
Nas aulas de informática, os alunos monitores ensinam movimentos, estratégias nos diversos jogos de xadrez on-line.
Os alunos dos ciclos interdisciplinar e autoral também colaboraram nos treinos que antecederam os Jogos Estudantis de Xadrez, em setembro deste ano. Confira http://emeftamandare2015.blogspot.com.br/search/label/Xadrez








Contribuição: POSL: Carolina Cortinove e Valéria da Silva
                         POIE: Maria Madalena Sercundes

Um comentário:

  1. beatriz silva 4 ano b5 de novembro de 2015 15:49

    O xadrez e um jogo muito legal e educativo e ensina as pessoas para jogar e é muito bom para as pessoas e o ensinamento

    ResponderExcluir